JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

Ser mãe de Adicto!

Problemas com Álcool ou Drogas? Podemos ajudar!
(61) 3547-3198 / (61) 98669-8646

Ser mãe de um adicto não é a mesma coisa que ser mãe de um filho com cancro, diabetes ou Hiv.
Ser mãe de um adicto não é a mesma coisa que ser mãe de um filho que serve o seu país no estrangeiro com honra.

Ser mãe de um adicto não é a mesma coisa que ser mãe de um filho que já não vive em casa, é chorado e lembrado todos os dias, pelos seus entes queridos.

Não existem maratonas, campanhas de angariação de fundos ou campanhas de sensibilização com pessoas bonitas e famosas sobre os efeitos trágicos desta doença.

Não existem bandeiras hasteadas ou pulseiras coloridas que sirvam para reconhecer, orgulhosamente, as acções do filho adicto.

Só existem lagrimas, gritos silenciosos e angustia quando alguém bater à porta ou através de uma chamada telefónica com uma notícia trágica de algo que possa ter acontecido com seu filho.

Essa mãe, vê o filho todos os dias, mas não está feliz, embora ache, com um certa dose de alívio, que a melhor maneira de o ajudar, não é querer controlar, pelo contrário, é deixar que ele tenha a sua própria vida e aprenda com as consequências das suas decisões.

Quando ouve aquilo que ele diz, antecipa com medo e preocupação o futuro do filho, e apesar de tudo, ainda tem uma réstia de esperança…

Quando olha para seu filho, questionando-se se algum dia irá voltar a ter uma relação de confiança com ele, abraça-lo ou em último caso, se irá voltar a vê-lo outra vez.

Cintra IT - Seu site profissional responsivo! Ligue (61) 98416-7091

Dizem que a culpa não é dela, que não fizeram nada de errado e que são impotentes.

Essas mães assistem impotentes, ao sofrimento e ao remorso da família, conforme a doença progride e agrava cada dia que passa, ela vê os noticiários da noite e estremece quando se vê na mesma situação, das outras mães, sobre os seus filhos viciados às drogas, são presos pela policia e considerados a escumalha da sociedade.

Observa um jovem adicto a drogas a bradar aos céus, implorando por mudar de estilo de vida ou a pedir comida e, imediatamente, lembra que o seu filho também pode estar na mesma situação que ele.

Olha para as fotografias dele, quando era criança e recorda os seus sorrisos, abraços, os beijos, os joelhos esfarrapados e os jogos de futebol…

Recorda os seus planos, os seus objectivos, as aspirações e os seus sonhos…

Anseia que o seu filho volte para casa, que ligue …que encontre a força para travar esta terrível doença…anseia por ajuda, por consolo, por uma cura…

E sempre tem esperança, uma esperança infinita por um futuro livre de drogas… tem esperança, que durante o sono agitado, consiga encontrar uma forma de sair deste pesadelo…

Por: Lorelie Rozanno

Cintra IT - Tudo para sua empresa ou negócio viver bem na web.

Veja mais

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através do navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.