JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

O desafio é manter-se sóbrio, abstêmio e motivado

Problemas com Álcool ou Drogas? Podemos ajudar!
(61) 3547-3198 / (61) 98669-8646
Happiness-is-a-choice-lifepopper-words-of-wisdom-how-to-live-a-happy-life-stay-positive-smile-1-1024x512

Parar de beber ou de usar outras drogas é fácil, por algum tempo. Alguns já pararam mais de trinta vezes. O desafio é manter-se sóbrio, abstêmio e motivado. Mas, é perfeitamente possível, desde que você se comprometa e supere os desafios. Não desista jamais!

O tratamento e a recuperação da dependência química vão além de parar de beber ou usar outras drogas. Envolvem a tomada de consciência, compromisso consigo mesmo e adesão a um programa de tratamento. Mudanças grandes e duradouras não acontecem da noite para o dia, levam tempo, mas valem a pena. É preciso romper com o passado, aproveitar o presente e planejar o futuro.

Superar a dependência química é como dirigir um carro: você precisa saber onde está e onde quer chegar. É necessário ter energia, se abastecer de esperança, confiança e fé. Checar as ferramentas, os acessórios, ter um estepe. Prever contratempos e se preparar para a viagem. Você não pode enxergar o destino, apenas alguns metros à frente. Não se preocupe com o futuro. Viva um dia de cada vez. A cada trecho percorrido, você estará mais próximo do seu objetivo.

Para quem nunca percorreu o caminho da sobriedade, encarar a estrada pode causar ansiedade. Não se assuste ou desanime. Siga em frente. Use GPS, faça um mapa, contrate um guia. Não desvie da rota. Preveja situações de riscos, momentos em que podem acontecer acidentes, derrapadas ou recaídas. Defina estratégias para lidar com essas situações. Se estiver em apuros, peça ajuda, busque socorro. Desacelere. Espere. Recue. Não aja por impulso e não subestime o perigo.

Olhe sempre para o para-brisas. O caminho é para frente. O retrovisor serve apenas para manobras e ultrapassagens. Em momentos críticos, lembre-se dos erros do passado apenas para não repeti-los. Não fique lamentando o que já foi, o que poderia ter sido feito e você não fez, o que não deveria ter sido feito e você fez. Perdoe-se! O tempo que resta para viver é de hoje em diante. A vida não segue em marcha à ré.

Qualquer um pode colocar o dedo em sua cara e lhe acusar de suas falhas, mas você deve se perdoar. Diga-se: “Eu estava doente, perdido”. Assuma a responsabilidade e não culpe ninguém. “Errei sim, mas eu não tinha condições de fazer melhor naquele momento. Hoje, de posse da minha sobriedade, no controle da minha vida, vejo que não faz sentido voltar a agir daquele modo”. Não tente voltar ao passado. Isso não é possível. Ficar se apunhalando por erros passados e culpas presentes, além de não ajudar em nada, só faz sofrer e recair. Perdoe-se. Seja compreensivo e gentil consigo.

Para ir a algum lugar é preciso deixar coisas e pessoas para trás. Ninguém vai a lugar algum com um pé na estrada e outro preso ao passado. Rompa definitivamente com pessoas e lugares associados ao consumo de drogas, bares, “bocas”, amigos usuários, traficantes e tudo o que remete ao passado. Apague todos os contatos. Mude o número de seu celular. Limpe as redes sociais. Por algum tempo, você poderá se sentir sem chão, mas estará construindo o alicerce de uma vida melhor.

Você se envolveu com álcool ou outras drogas, você ficou dependente, você teve perdas e danos. Você é responsável por suas decisões imaturas tomadas no passado e pelas decisões inteligentes a serem tomadas no presente para consertar tudo isso. Não se vitimize e não espere compreensão e misericórdia de ninguém. Se houver pessoas dispostas a lhe apoiar, ótimo! É lindo isso. Se não houver, conte consigo mesmo. Não se sinta um coitadinho, não veja a sua família e seus apoiadores como cuidadores de um incapaz. Assuma as rédeas da sua vida. Seja o protagonista da sua história. Vire o jogo enquanto é tempo!

O primeiro passo é parar de negar para si mesmo que não tem problemas com drogas. Pare de tratar drogas com carinho, no diminutivo e como se fosse gente. Eu gosto de tomar uma “cervejinha”. O cigarro é meu companheiro. Eu só queria dar um traguinho, um golinho, uma cheiradinha… Basta de “inha” e “inho”! Droga é droga e não merece consideração dessa natureza.

A primeira meta é você mesmo procurar um tratamento e os meios de realizá-lo. Você é bom nisso. Lembre-se dos “corres” que você armava para conseguir drogas. Procure um plano de ajuda com a mesma determinação. Você não precisava da família para conseguir seus objetivos. Lembra? Use agora essa capacidade estratégica para tratar-se.
Assuma o papel de paciente e leve a sério o SEU tratamento.

Sim, o tratamento é seu e por você mesmo! Não é para e nem por ninguém que você se trata. É por você! Trate de permanecer sóbrio, lúcido e agir com sensatez. Procure e encontre todas as formas de ajuda possíveis. Não sabe como? Pergunte! Não tente exigir das pessoas, especialmente da família, o que é dever seu ou o que eles não podem lhe oferecer. Essa guerra é sua. Ninguém pode lutar no seu lugar. Lute e vença com suas armas!

Aprenda a controlar a ansiedade e os sintomas depressivos, desenvolva habilidades sociais, aprenda a se comunicar, seja assertivo, volte a estudar, faça cursos, etc. Pratique alguma forma de espiritualidade. Além dos benefícios naturais da fé e da prece, uma religião ou um grupo espiritualista é uma nova oportunidade de contatos e amigos. Você precisa construir uma rede de apoio social. Procure grupos de apoio, conheça gente diferente.

Procure pessoas inspiradoras para se espelhar e se motivar. Seja realista! Pare de tentar recuperar o passado. Conserte-se no presente e mire em novos sonhos, novos objetivos e novas conquistas. O passado deve ser deixado para trás.

Construa uma nova história, encontre atividades gratificantes. Explore seu potencial profissional e criativo. Dê um novo sentido à sua vida! Você não precisa saber tudo. Você só precisa ter o contato de quem sabe. Conecte-se com pessoas e profissionais que possam lhe ajudar e lhe inspirar sempre!

Faça uma boa viagem ao seu melhor destino! Vá com fé, vá contigo, vá por si mesmo

Fonte: Revistae

Veja mais

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através do navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.