JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

Internação involuntária – Guia simples, prático e gratuito

Problemas com Álcool ou Drogas? Podemos ajudar!
(61) 3547-3198 / (61) 98669-8646
228005-internacao-involuntaria-quando-e-o-momento-certo

A internação involuntária se faz necessária especialmente em casos de riscos à vida do dependente e da sociedade. Por isso, não deve ser banalizada mas levada ainda mais a sério quando o assunto em questão é dependência química.

O que é a internação involuntária?

A internação involuntária, normalmente, é feita através de familiares ou responsáveis diretos e a pessoa que solicita pelo internamento precisa assinar um termo de autorização. É um grande desafio não somente para o dependente, mas também para a família que tem sua harmonia atingida. Ultimamente, muito se tem falado sobre a nova lei de internação involuntária para amenizar e controlar o abuso de substâncias químicas e os danos causados a família do dependente.

Esta leitura vai sanar as dúvidas sobre a nova lei que define as condições de atenção aos usuários e dependentes químicos para tratamento e internação involuntária. As principais mudanças serão descritas nesta matéria.  Anteriormente a lei nº 11.343 de 23 de agosto de 2006 apresentava como opção inicial apenas a internação voluntária em comunidades terapêuticas, ou seja: “aquela que se dá com o consentimento do dependente de drogas.” Porém, houve mudanças com a lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

A nova lei nº 13.840, de 5 de junho de 2019 permite a internação involuntária, ou seja, aquela que se dá sem o consentimento prévio do dependente. Porém, somente deve ser realizada em unidades de saúde ou hospitais com equipes multidisciplinares obrigatoriamente autorizadas por médico devidamente registrado no Conselho Regional de Medicina – CRM do Estado onde se localize o estabelecimento onde a internação será feita.

Sendo assim, a internação involuntária não tem necessidade de autorização judicial, mas deve ser realizada após a formalização da decisão por médico responsável. Neste caso, as comunidades terapêuticas não têm permissão para realizar este tipo de internamento. A nova lei proporcionou a internação sem tantas burocracias, o que tornou mais ágil o socorro à pessoas dependentes com riscos a sua própria vida e de outras pessoas e que geralmente não têm condições de reconhecer a gravidade do problema que enfrentam.

Não internar um dependente crônico pode resultar em consequências
  • Falta de comprometimento com as atividades diárias;
  • Perda da vida social;
  • Mudança no relacionamento familiar;
  • Perda de controle financeiro;
  • Manipulação e furtos para comprar a substância química em que é dependente;
  • Qualquer evento é motivo para usar a droga.
Soluções

Diante das consequências que a falta de tratamento e internação proporcionam, surge a necessidade de soluções eficazes para esse problema. Mesmo que o processo de solicitar a internação seja doloroso, principalmente, pelo fato do dependente se revoltar e não querer o tratamento, é preciso pensar no benefício que a intervenção trará para ele e sua família.

Além disso, é necessário considerar que o dependente não tem noção de como o uso de drogas afeta sua vida. Contudo, depois do tratamento intensivo, quando estiver em sã consciência, sem dúvidas será muito grato pela mudança para melhor que a intervenção fará em sua vida. Por isso, a solução mais eficaz para um dependente é passar pela avaliação de um médico especializado e capacitado para decidir pelo tipo de tratamento ou até mesmo pela internação.

Veja mais

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através do navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.