JavaScript must be enabled in order for you to see "WP Copy Data Protect" effect. However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser. To see full result of "WP Copy Data Protector", enable JavaScript by changing your browser options, then try again.

12 passos para conversar com seu filho sobre drogas

Problemas com Álcool ou Drogas? Podemos ajudar!
(61) 3547-3198 / (61) 98669-8646
diálogo-pai-filho-1596x860
Ideias de como conversar com seu filho sobre drogas

Uma conversa importante que você deve ter com seu filho o mais cedo possível: drogas. Ele precisa estar preparado quando estiver frente a frente com a oportunidade de apenas experimentar, ou usar com frequência. Da escolha de amigos ao fato de que muitas vezes estará sozinho e precisará ser corajoso para fazer a escolha certa, ele precisa ser ensinado.

Reconhecendo sinais de uso das drogas
  • Esteja alerta sobre alterações de humor. O uso de drogas pode causar irritação, fuga, portas de armários ou quartos constantemente trancadas, sensibilidade excessiva, temperamento explosivo.
  • Averigue também notas na escola, se está chegando tarde em casa, saindo à noite dizendo que só vai dar uma volta, amigos diferentes com estilos de vida diferentes.
  • Fisicamente, as drogas fazem seu filho ter menor poder de concentração, perder a coordenação, peso, ou até mesmo ter uma aparência doente.
  • Preste atenção em cheiros diferentes pela casa, nas roupas e materiais de escola.
Começando uma conversa a respeito de drogas
  1. Inicie uma conversa calma e aberta. Acima de tudo, não exagere.
  2. Olhe nos olhos com carinho.
  3. Tente entender o ponto de vista dele. Ele pode achar que não consegue viver sem a droga ou que não tem um problema, ou mesmo que não sabe o que fazer para se livrar da situação.
  4. Ouça com o coração aberto.
  5. Estabeleça um diálogo ao invés de um monólogo. Não dê sermão.
  6. Diga-lhe que você o ama e quer vê-lo feliz e saudável.
  7. Seja direto que álcool e drogas ilegais são inaceitáveis.
  8. Explique que drogas prejudicam pessoas. Podem causar AIDS, distúrbios de coordenação motora, prejudicar o crescimento e o desenvolvimento saudável de órgãos, e problemas emocionais e mentais como solidão e paranoia.
  9. Discuta as consequências legais associadas ao uso e tráfico de drogas, que levam o indivíduo à prisão e perda de direitos, bem como empregos e empréstimos para universidade.
  10. Clarifique também que pode destruir toda uma família.
  11. Diga que a escolha dele não é pessoal, pois tem consequências com todos à sua volta, amigos e familiares.
  12. Apresente alternativas positivas que são livres de drogas, como esportes, leitura, cinema, andar de bicicleta, acampar.
O que fazer no caso de se ter um filho que usa drogas
  • Converse com seu cônjuge antes e explique o problema e o plano de ação para ajudar seu filho. Vocês precisam estar unidos agora mais do que nunca.
  • Procurem um centro de apoio, como os chamados CAPS – Centro de Atenção Psicosocial, que possuem programas para recuperação e tratamento das drogas. Somos cadastrados no estado do Distrito Federal, verifique no seu estado caso não queira trazer para o Instituto Crescer. Existem vários outros recursos também, além de clínicas de recuperação privadas.
  • Leve o problema a sério. Um vício em maconha é um vício em drogas. Bem como o vício do alcoolismo. A legalidade ou o debate a favor da mesma, não torna essas drogas menos destrutíveis.
  • Tente a conversa aberta e amorosa com seu filho conforme acima, se não conseguir, peça ajuda externa, ou mesmo de clínicas especializadas em indução à internação.

Acima de tudo, lembre-se que o tratamento será para toda a família. Os pais devem aprender a ser firmes e coerentes, e moldarem os filhos a partir do exemplo que lhe dão. Não deixe para amanhã. O seu tempo não é o tempo de seu filho.

Veja mais

Preferências de Privacidade
Quando você visita nosso site, ele pode armazenar informações através do navegador de serviços específicos, geralmente na forma de cookies. Aqui você pode alterar suas preferências de privacidade. Observe que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode afetar sua experiência em nosso site e nos serviços que oferecemos.